Arquivo da categoria: CBB

O adeus à seleção e os planos pós-carreira de Giovannoni

A primeira competição de Guilherme Giovannoni pela seleção brasileira como profissional foi o Sul-Americano de 2011, no Chile. A última acabou sendo mesmo a Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016. Aos 36 anos, o ala-pivô do Brasília aproveitou o Jogo das Estrelas do NBB para confirmar que sua trajetória com a equipe nacional chegou ao fim.

Continuar lendo

Anúncios

Guy Peixoto vem aí na CBB. E agora?

Gestão profissional e transparente, procurando recuperar a saúde financeira da CBB. É isso o que prometeu Guy Peixoto, que levou a melhor na eleição sobre Amarildo Rosa e se tornou presidente da entidade até março de 2021.

Continuar lendo

Podcast Triple-Double #34

Marquinhos Brasil Olimpíada

O podcast do Triple-Double recebe nesta edição Fábio Balassiano (Bala na Cesta), para conversar um pouco mais sobre a crise na CBB, suspensa pela Fiba até pelo menos janeiro de 2017. Mas o bate-papo também abordou o basquete dentro das quatro linhas, passando pelo encaixe de Rajon Rondo no Chicago Bulls, o futuro do Los Angeles Lakers, o que vem chamando a atenção no início do NBB e muito mais.

Continuar lendo

Promessas não cumpridas, dívidas e o fundo do poço

Carlos Nunes, presidente da CBB

Carlos Nunes, presidente da CBB

Outubro de 2013. A seleção brasileira masculina ainda não tinha a certeza de que disputaria o Mundial no ano seguinte, na Espanha. A campanha pífia na Copa América impediu que a vaga fosse alcançada dentro de quadra. Restava garantir um dos convites da Fiba, o que não sairia de graça. Mas Carlos Nunes estava seguro de que tudo daria certo.

Continuar lendo

Saídas de técnicos são justas, mas a CBB não ajuda

ruben magnano olimpíada brasil

Rubén Magnano deixou a desejar à frente da seleção brasileira masculina na Olimpíada

Rubén Magnano está fora da seleção brasileira masculina. Antônio Carlos Barbosa encerrou mais uma trajetória à frente do feminino. A CBB confirmou as saídas dos dois treinadores após as equipes comandadas por eles terem sido eliminadas logo na primeira fase da Olimpíada.

Continuar lendo

Podcast Triple-Double #24

Rubén Magnano não teve dores de cabeça no jogo contra o Egito (Foto: Fiba/Divulgação)

As convocações das seleções brasileiras masculina e feminina para as Olimpíadas do Rio de Janeiro são o assunto da vez no podcast do Triple-Double. Para comentar as decisões tomadas por Rubén Magnano e Antonio Carlos Barbosa, foram convidados Lucas Pastore, do Lance! e do Spurs Brasil, e Roberta Rodrigues, jornalista que acompanha de perto o basquete feminino.

Continuar lendo

Aprendizado na WNBA ajuda Damiris a sobrar no país

Damiris em ação pelo Corinthians/Americana (Foto: Gaspar Nobrega/Inovafoto)

Damiris em ação pelo Corinthians/Americana (Foto: Gaspar Nobrega/Inovafoto)

Uma lesão por estresse na perna esquerda afastou Damiris das primeiras rodadas da temporada 2015/16 da LBF. A pivô de 1,89m e 23 anos só estreou no dia 21 de janeiro, mas não demorou a mostrar, mais uma vez, que sobra por aqui. Nas 12 partidas que disputou desde então, ela tem média de 20,7 pontos por jogo, o que faz dela a cestinha do campeonato. O aproveitamento nos arremessos é de 51,6% nas bolas de dois e de incríveis 48,4% nas de três. Além disso, pega 8,0 rebotes por duelo. Atuar na WNBA, certamente, é algo que só a ajuda neste processo de crescimento individual.

Continuar lendo